X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
29/05/2019 | Lorena Eleutério

Um roteiro dos melhores cafés de São Paulo por Juliana Coelho

Tudo Lifestyle História

Com uma boa xícara de café nas mãos. É assim que a gente facilmente poderia encontrar Juliana Coelho pelo centro de São Paulo e como conversamos com ela em um dos cafés prediletos da libriana de 28 anos, o Coffee Stories. Apaixonada pela bebida, ninguém melhor que ela para papear e traçar um roteiro especial nesse Dia Nacional do Café. 

Mas, antes, falemos mais sobre a Ju. Nascida e criada em São Paulo, a produtora de conteúdo divide sua rotina profissional e sua paixão pelo café com o #OCentroExiste, um projeto criado por ela a fim de mostrar como é morar e vivenciar de verdade o centro da capital paulista. "Você me encontrará todo sábado e domingo tomando café da manhã em alguma cafeteria como o Coffee Stories, onde estamos hoje", conta, "Por conta do projeto e do meu amor pelo café, acabei me tornando uma pessoa muito mais diurna do que noturna." 

Ju Coelho veste Anacapri nos pés.

iLovee: Ju, como nasceu esse interesse pelo café?

J.: O café sempre esteve presente na minha vida, mesmo que a minha história com ele não tenha começado cedo. Dá para dizer que o café tem gosto de nostalgia para mim. Sou próxima da minha avó e me lembro que quando saíamos, sempre tinha aquela paradinha estratégica e achava uma delícia curtir esse momento com ela, sentir o aroma da bebida. Quando cresci, passei a consumir na faculdade - a gente acaba tomando pra ter um gás maior - e, em 2017, conheci os cafés especiais e mudei minha forma de tomar café, além de começar a frequentar mais cafeterias, o que me levou a falar sobre essas experiências nas minhas redes sociais.

iLovee: Podemos dizer então que você é uma coffee lover pioneira na área?

J.: Pode-se dizer que sim, rs. Quando comecei a falar sobre café no Instagram, existiam poucos perfis que faziam o mesmo e era difícil encontrar dicas. Esse foi até um dos motivos que me fez acreditar que seria uma boa ideia apostar no assunto como um dos meus nichos e foi o que com certeza me deu visibilidade. Desde então, tem dado muito certo e eu tenho vivido coisas incríveis.

iLovee: E por quantas cafeterias você já passou? Dentre elas, qual foi a mais especial e por quê? 

J.: Pelo meu Swarm, rede social que registra os locais por onde o usuário passa, já fiz 463 check-ins, rs. Acredito  que aqui em São Paulo eu conheça mais de 40 cafeterias diferentes, fora as que visitei em viagens.  Acho todos os cafés são especiais porque acredito que seja um momento intimista e aconchegante, e isso é super especial. Mas, se eu tivesse que escolher algum momento como um dos meus favoritos, escolheria a primeira vez que entrei no Farol Santander após a reforma e tomei um café olhando pra cidade do alto. Acho que é uma experiência que todo mundo deveria ter.

iLovee: E quais são os critérios que você costuma avaliar numa cafeteria e café?

J.: Não acredito que seja uma cafeteria de verdade até que eu veja que eles dão opções de coado e métodos diferentes. Quando tem apenas café expresso, acho que está faltando alguma coisa. Café é muito mais do que apenas o café que sai da máquina, gosto de experimentar os grãos diferentes, o cappuccino se é bem feito. E algo que parece pouco, mas sempre olho se tem é copo para viagem. Acho extremamente importante que as pessoas possam levar o café to go e sem um copo apropriado pra isso, o café fica gelado e ruim. 

iLovee: Muitos pensam que café é tudo igual, mas não é. Como a gente pode identificar as diferenças de um café e outro?

J.: O método e o grão, se é moído na hora ou não, fazem toda diferença no sabor. Eu, por exemplo, prefiro café coado, mas é importante dizer que não dá para falar que um coado é melhor que um expresso, que tal método ou tal grão é melhor que o outro. Na verdade, é questão de gosto. São diferentes extrações que geram diferentes produtos, cada um com sua característica.

iLovee: E você tem um favorito, Ju?

J.: Eu particularmente amo o Bourbon, que tem notas mais achocolatadas, o aroma é bem forte e marcante, e a acidez moderada - não gosto de acidez muito forte. E adoro café na prensa francesa também! São detalhes essenciais pra mim. 

iLovee: Para finalizar, queremos saber o seu roteiro. Cinco cafés que valem a visita para celebrar o Dia Nacional do Café.

J.: Vou indicar cinco cafés na região central, que são de fácil acesso para todos e porque, na minha opinião, hoje a região oferece as melhores opções de cafeteria. Seja pelo cardápio, ambiente e custo benefício. 

Coffee Stories
R. Major Sertório, 92 – República
@coffeestoriessp

ZUD Café
Rua Barão de Tatuí, 377 - Vila Buarque
@zudcafe

Hey Coffee
Rua Dom Jose de Barros, 152 – República
@heycoffeesp

Por um Punhado de Dólares
Rua Nestor Pestana, 115 – Consolação
Rua Pirineus, 86 - Campos Elíseos
@porumpunhadodedolares

Magg Café
Avenida Ipiranga, 200 - Loja 75, Edificio Copan
@maggcafe

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo