X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

21/09/2017 | Team iLove

Tête-à-Tête com Laura Kubrusly: Especial Burning Man

Moda História

Tête-à-Tête com Laura Kubrusly: Especial Burning Man
Entre looks incríveis, muita música boa e um grande manisfesto artístico estava ela, Laura Kubrusly, a brasileira que tivemos o prazer de bater um papo e que contou tudo – e com detalhes- sobre um dos eventos mais aguardados pela turma hype. Vem ver.

SHOP THE LOOK

Como foi sua experiência no Burning Man? Absurdamente incrível, é uma coisa que só estando lá para entender. É muito além de um festival, chega a ser um ritual, sabe? Na minha percepção é um “viver a vida” de uma maneira que só lá mesmo acontece, onde não tem dinheiro, horário, direção. É tudo no meio do nada e todas as pessoas estão passando pelas mesmas experiências que você. e isso é o mais incrível!

O evento acontece no meio do deserto né?! Com quem você foi e onde ficou hospedada? Alguns amigos meus que moram fora do país que conheciam o dono do Camp onde eu fiquei, o La Grange, porque para ficar nos camps você tem que ser convidado, e no caso não tem camps de Brasileiros.

Nossa que demais, você já tinha ido em outras edições? Nunca, era um sonho mas distante rs

SHOP THE LOOK

 

Ai! Acho que é o sonho de muita gente que curte experiências diferentes e realmente só estando lá para saber…mas conta pra gente o que rola o dia inteiro? Além da arte em “toda esquina”  acontecem festas em todos os lugares. Para quem gosta de música eletrônica é o paraíso, você pega a sua bike, e sai andando sem rumo, vendo as instalações que são incríveis e no caso quando se interessa por alguma música pela qual passou encosta a sua bike e entra para curtir um pouco…. O lugar é surreal, a cada 5 metros uma surpresa, e como é no meio do deserto literalmente você tem muitas chances de não encontrar esse lugar ou instalação novamente, então aproveite! Eu lembro que no meu primeiro dia rodei aquele lugar inteiro, eu estava muito ansiosa, queria ver TUDO – nisso eram umas 3 horas da tarde, um calor absurdo, e eu vi uma tenda relativamente grande, e várias pessoas em volta. Isso não acontece com frequência , o que se vê mais são festas pequenas e abertas, já ali era algo fechado, então fiquei curiosa… Parei minha bike eu com mais 3 amigos que estavam juntos na hora e resolvemos entrar, era uma festa dentro dessa tenda,  no meio do nada, inteirinha decorada com lustres de cristal por todo lado, uma atmosfera meio circo, tapetes persas, pessoas tocando violino junto com uma música eletrônica…. Uma visão de outro mundo, ali eu comecei a entender o espírito da coisa, e o legal é que você entra, ninguém conhece ninguém! Lá por não ter comunicação você fica muito independente.

SHOP THE LOOK

  A gente sempre vê que as pessoas preparam looks incríveis para viver essa experiência. Como você escolheu os seus? Eu decidi super de última hora, e antes disso eu estava em um trabalho em Corumbau, na Bahia,. Antes passei 1 mês e meio em uma viagem de fotos pelos Estados Unidos, nesse meio tempo fiquei somente 48 horas em casa, então pensa, eu estava morta, não conseguia pensar em look, mala, nada. Então peguei bem poucas peças e fechei parcerias com algumas marcas que eu já tinha me interessado pelos modelos antes, por exemplo da MOS, que é um body que tem uma tela transparente e apenas 3 estrelas que literalmente só cobrem as partes essenciais mesmo rs era a peça perfeita! A Amaro  -marca que está na nossa curadoria-, é outra brand parceira que colaborou com meus looks. E não posso esquecer da minha amiga que mora em Los Angeles, ela me salvou… Eu lá em Corumbau, nem internet funcionava, liguei desesperada porque eu não tinha sapato, apenas – momento tenso – um Vans e uma Havaianas, então ela foi em uma loja de colecionadores e comprou a bota para mim. Tendo aquilo já era 70% do meu look completo!

Essas produções são tão maravilhosas, é fácil de adaptar o look ao espaço? O Burning Man é um lugar que atrai muita gente de Moda, então o povo realmente abre a cabeça, pira no look, mas na real o essencial é praticamente pelado rs. O calor é absurdo, então quanto menos melhor. A bota se você não tem aquelas com plataformas é areia o dia todo no seu sapato, o lenço no pescoço se você não leva não consegue respirar de tanta poeira, o óculos tipo “goggle” se você não leva quando acontecem as tempestades de areia você tem que ficar parado com algo no rosto até passar! E finalmente a roupa, se você não vai com pouca, você sua o dia todo.

SHOP THE LOOK

 Apesar da condição climática da locação pode-se dizer que é uma experiência para se repetir? Vou apenas todo ano! Todo mundo que vai uma vez vira família. Por serem pessoas uma de cada canto do mundo, todo mundo que se conheceu lá fica contando os dias para se reencontrar e viver aquelas experiências novamente.

 

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo