X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
28/01/2020 | Olívia Nicoletti

OLI RESPONDE: QUAIS SÃO OS MELHORES PRODUTOS PARA LEVAR FRESCOR AO VERÃO?

Tudo Beleza Lifestyle História

Tem sempre um momento específico do ano em que eu acordo no meio da noite, tiro os cobertores, trago para cima apenas o lençol e abro as janelas de vidro do quarto – não sou muito adepta de ventilação artificial e adoro sentir o cheiro do vento que vem de fora de casa de madrugada. É a partir desse dia que faço a transição de frescurinhas de beleza usadas em estações mais frias para as do verão.

Quem me conhece sabe: minha estação preferida é o outono – gosto de quando o céu fica tão azul que parece uma pintura de Yves Klein e a temperatura vai bem abaixo dos 20 graus. Durante essa época me acho até mais feliz e, portanto, crio vários rituais para celebrá-la – de máscaras faciais e automassagens a mix de ervas que culminam em banhos e chás bastante inusitados.

Durante as estações mais quentes, entretanto, percebo que deixo um pouco de lado o conforto da coisa para dar um lugar maior às sensações. É aí que cheiros, texturas e sons entram totalmente em cena. E, como acredito que a cada ano viramos uma nova versão de nós mesmos e que nossos gostos e preferências acompanham essas versões, agora minhas frescuras versam entre ótimas novidades e produtos clássicos de marcas idem.

Como sou muito ligada a cheiros e totalmente fiel ao meu perfume, o Paris-Deauville (um mix de bergamota e manjericão que tem resultado esverdeado e bastante mineral), da Chanel, estranhei a súbita vontade de me jogar no seu irmão, o Paris-Biarritz, da mesma linha de águas inspiradas em cidades queridas por Gabrielle Chanel. A nova mania veio acompanhada de sol, piscina, mar e fins de tarde quentes: ao me ver nessas situações, quero sentir na pele algo mais masculino, cítrico e salgado.

Na mesma linha beira-mar, grudei em um hidratante que vivo economizando (tamanho o amor), o Eau de Champagne, da Sisley Paris. Lançado em 1976 (classics are classics for a reason) e compartilhável, combina bergamota, patchuli, manjericão, musgo de carvalho e outros ingredientes. A sensação na pele é de um aconchego duradouro. Passei a borrifar no rosto mais vezes a água hidratante Immediate Moisture, da Aesop, que dá um up na maquiagem e traz frescor instantâneo. Também estou louca para testar uma super novidade da Océane: o Soap Sponge, sabonete 2 em 1 que esfolia e limpa a pele profundamente ao mesmo tempo.

Ao passo que me apeguei aos cheiros, deixei a maquiagem um pouco do lado e passei a usar diariamente só uma camada fina do gloss Lip Maximizer, um dos best-sellers da Dior.  

Para acompanhar todas essas frescurites, acendi a minha vela preferida, a Figuier, da Diptyque, e devorei a sequência eloquente de romances do escritor André Aciman, Me chame pelo seu nome e Me encontre – uma história de amor platônico que se passa durante o verão europeu em cenários de tirar o fôlego. Para finalizar, abra uma tacinha de Pinot Grigio, coloque esta playlist aqui e aproveite o restante da estação mais contemplativa do ano. 


LEGENDA: 1 Paris-Biarritz e Paris-Deauville, Chanel (R$ 825, 125ml cada um). 2 Me chame pelo seu nome (R$ 44,90) e Me Encontre (R$ 49,90), Editora Intrinseca. 3 Hidratante Eau Champagne, Sisley (R$ 950). 4 Lip Maximizer, Dior (R$ 159). 5 Vela Figuier, Diptyque (R$ 550). 6 Immediate Moisture, Aesop (R$ 161).  7 Soap Sponge, Océane (R$ 33). Foto: @enricobeerboimond. 

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo