X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
01/03/2019 | iLovee team

Nossas dicas para curtir Courchevel e fugir da folia

Tudo Moda Lifestyle História

Jogue Courchevel no Google, olhe as imagens e te desafiamos a não se apaixonar por essa lá Conhecemos a estação de esqui francesa, sinônimo de animação. e ótimas pistas, destino certo de gente descolada, há pouco mais de um mês, no pleno esplendor do inverno alpino, e agora te damos uma visão de insider e bons motivos para marcar sua próxima viagem - quem sabe agora no carnaval, fugindo da folia e do calor!? - para lá.

Courchevel, para quem ainda não conhece, é uma das oito estações de esqui - entre elas, as também famosas Méribel e Val Thorens - que formam a maior área esquiável interligada do mundo. E além de ter pistas hardcore para os praticantes do esporte, também conta com opções mais light para os iniciantes e intermediários, assim como uma extensa gama de hotéis high end, divididos entre os cinco vilarejos que levam o nome de Courchevel e a altitude em que se localizam.

Embarcamos com a Carol Celico, embaixadora do torneio de ski para brasileiros Braskicup, e a agência Original Miles, nossa parceira nesse projeto internacional, e nos hospedamos no La Sivolière, um hotel incrível - um dos segredos mais bem guardados da cidade. Ele fica pertinho do centro de Courchevel 1850, o vilarejo mais alto, o que permite ao hotel ter acesso direto à pista, quase um beira-mar mas, nesse caso, “beira-neve”. A seguir, compilamos cinco dicas da nossa experiência por lá. Confira:

O SPA É HOTSPOT

Quem trocaria a pista de esqui para ficar dentro do hotel? Bom, nós e temos certeza que você também ficando no La Sivolière. Mais do que ambientes aconchegantes e quentinhos, o hotel oferece um dos spas mais completos da região, com tratamentos especiais que vão bem além da massagem.

PARA ALÉM DA NEVE...

A paisagem natural branquinha, branquinha é surreal, é claro, e fica ainda mais divertida ao encontrarmos as muitas esculturas que surgem ao longo do horizonte em Courchevel. Sim, você leu certo: esculturas, muitas delas inclusive são gigantes e facilmente avistadas de longe. Essas manifestações artísticas dão ainda mais charme às vilas e pistas de esqui da região e fazem parte do Festival de Arte Urbana na Montanha.

APRÈS SKI NO LE TREMPLIN - E OUTROS HOTSPOSTS.

Restaurante de um lado, bar de outro. Assim é o Le Tremplin, um dos points mais badalados e concorridos em Courchevel, e onde curtimos, ao som das DJs Marina Diniz e Ornella, uma festa cool quando estivemos por lá. Mais do que um ambiente gostoso com uma vibe alto. astral o Le Tremplin é dica importante para o après ski, ou seja, aquele momento após esquiar em que bate uma fome - e lá tem gastronomias dos mais variados tipos - e que você só quer relaxar entre amigos. Outros hotspots das montanhas e da cidade para anotar:

- Restaurante  La Saulire: opção maravilhosa para principalmente que gosta de pratos trufados.

- Fromagerie: Não deixe de se deliciar com um ótimo fondue por lá!

- Le Bal: Além de ótimo também para fondue, o restaurante anima com música alta algumas noites e esconde uma baladinha bacana no andar de baixo.

- Le Mangeoire: Para quem quer clima de festa no sábado à noite, esse é o local.

- Cap Horn, Chalet de Pièrre, Montagnard, Nammos: opções deliciosas para almoçar entre o ski - esse último o mais animadíssimo de todos.

- Folie Douce Méribel: Parada obrigatória para curtir boa comida e boa música com uma vista maravilhosa - e dançar muito!

NA VOLTA PARA O HOTEL… PANQUECA!

Prefere voltar direto para o hotel em vez de curtir o après ski no Le Tremplin? A gente não vai te julgar porque o hotel mima os hóspedes na volta do esqui com uma panqueca deliciosa de chocolate. Esse é só um dos agrados e cuidados que o La Sivolière oferece a quem se hospeda lá… já falamos como esse hotel é incrível, não é?

O QUE LEVAR NA MALA (ALÉM DO ÓBVIO)

Temos uma boa notícia para você na hora de fazer a mala: despreocupe-se com as roupas para esquiar, pois você pode alugá-las todas lá. E, por outro lado, uma má - e boa, ao mesmo tempo - notícia: pense mais nos looks para os momentos off ski porque a programação é sempre agitada e os lugares, sofisticados.

 

Isso significa que não pode faltar na sua bagagem uma boa dose de produções descoladas, como as que usamos da Iorane, e meia-calças resistentes como as da Calzedonia, que nos mantiveram confortáveis mesmo quando a opção de look contava com uma saia ou vestido. Invista também em levar um ou dois casacos pesados porque você vai usá-los ao ar livre, e tirá-los sempre dentro dos ambientes, que são aquecidos.

SHOP MALA DE INVERNO

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo