X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

16/01/2017 | Team iLove

Nos bastidores da Lale com Lu Botto

Moda Decoração História

Nos bastidores da Lale com Lu Botto

Era uma quarta-feira quando fomos ao ateliê da Lale, no coração de Ipanema. Logo de cara, a gente adorou o lugar, pequenos ambientes que reúnem escritório e um minishowroom da marca, uma salinha charmosa em tons pastel e com um toque rústico dos móveis de madeira onde as clientes são atendidas de maneira bem personalizada. Prestando bastante atenção, é muito bacana ver como cada canto combina com as peças da grife, penduradas nas araras.

Criada em 2013 por Luiza Botto, a Lale começou como um hobby durante a faculdade de moda. “Eu fazia roupas e vendia, mas sem intenção de ter uma marca”, conta a Lu, “e começou a dar supercerto”. Aos sábados, ela fazia um bazar em casa e chamava todas as amigas, que amavam as criações e compravam tudo.

O hobby foi crescendo até o momento em que a carioca teve que tomar uma decisão: ou levava a sério ou desistia de uma vez por todas. Ela resolveu investir e assim nasceu a Lale – o nome Lale veio de um projeto da faculdade da Lu e, traduzindo para a língua turca, significa tulipa, a flor que é o símbolo forte da marca e aparece em todas as coleções. “É uma flor que tem tudo a ver comigo. No verão passado, ela estava na estampa, agora ela vem no bordado”, conta.

Nos bastidores da Lale com Lu Botto

Nos bastidores da Lale com Lu Botto

 

Também no DNA da Lale está essa essência supercarioca, uma moda descomplicada e, ao mesmo tempo, fresh. “Eu faço uma roupa fácil, sempre valorizando o corpo”, diz, “Tenho essa preocupação da pessoa vestir as minhas peças e se sentir bem, confortável.” Não à toa, em pouco tempo, a Lale se tornou um sucesso, traduzindo bem esse lifestyle descolado, que é a cara da estilista. Dá até para dizer que Lu é sua própria inspiração para criar as peças! Alguns dos seus favoritos são também clássicos da Lale como os macacões e calças pantacourt – itens que estão entre os mais clicados no Instagram da neobrand.

A Lale é para a mulher moderna, que sai do trabalho e emenda em um bar ou que, no final de semana, sai à tarde e depois já vai jantar fora.

Detalhes da décor do ateliê Lale

 

Aliás, as redes sociais foram superimportantes para o crescimento da marca. Além da @lalebrand, a @lubotto também sempre fez questão de mostrar suas criações em seu perfil pessoal. Quem a acompanha nas redes sociais, como a gente, sabe que ela é pura inspiração, uma jet setter, acostumada a viajar para destinos hype e com looks lindos da Lale na mala – já viu a matéria que fizemos com ela sobre o roteiro da sua última euro trip?  Clique aqui!

Até mesmo com um “uniforme de viagem” – jeans, camiseta e tênis –, a Lu não perde esse jeito estiloso, leve e prático de se vestir, que é rotina na sua vida supercorrida por conta do trabalho na Lale. Ao lado dela, gerenciando a marca, está uma equipe de mulheres em que ela confia: sua mãe, que faz a parte financeira, Julia Bailey, que faz o marketing e um pouco “de tudo”, como a estilista diz, e Bel Nóbrega.

A Bel, responsável pelo comercial da brand e supercomunicativa, foi quem nos recebeu quando chegamos no ateliê – ela e a Aninha Bonilha, apresentadora de TV, fã número 1 e cliente da label, foram as duas amigas convidadas pela Lu para fotografar as peças da Lale nessa matéria. “A Aninha está sempre divulgando a marca, sempre junto, vai a todos os eventos, opina na parte criativa”, diz, “Quase trabalha com a gente! [risos]”

A participação da Bel e da Aninha deixou tudo ainda mais descontraído e intimista. “Elas estão sempre comigo. Gosto de ter pessoas de bem ao meu lado e as duas me passam uma tranquilidade e uma energia muito boa.”

Elas me fazem acreditar e ter certeza de que está dando certo, que é esse o caminho.

Lu Botto em passeio com as amigas pelas ruas do RJ

Depois de um breve passeio pelas ruas de Ipanema, que serviram de cenário para a foto do trio de amigas, e caminhando de volta para o ateliê, descobrimos que o lugar não foi escolhido à toa para ser a sede da Lale. “Eu faço tudo por aqui”, conta Lu. “Eu trabalho, vou à praia e me inspiro muito andando pelo bairro”.

Chegamos e, já sentada em uma poltrona, a Lu topou um bate-bola rápido com a gente sobre assuntos que envolvem o seu processo criativo, suas inspirações e o futuro da brand carioca. Confira abaixo:

A inspiração:

“A Lale é muito eu, muito o meu momento. Não que eu desenhe para mim, mas não tenho ninguém que sirva de inspiração. Não tem um dia que eu sente e diga ‘ah!, agora vou criar’. Vai surgindo, sabe?”

A mulher Lale:

“Gosto de fazer peças versáteis para uma mulher que está sempre em movimento, que tem muita coisa para fazer. Eu fico muito feliz quando escuto as clientes falando que usam muito as roupas, é muito bom porque a ideia é essa! [risos]”

O futuro:

“Não tenho vontade de abrir loja, a minha ideia é continuar com o ateliê e com esse atendimento mais personalizado, mais exclusivo. Mas, como nem todo mundo pode vir até aqui, também vendo online.”

lu-botto-bastidores-marca-lale-rio-janeiro-araras

 SHOP LALE

 

DÊ O PLAY NO MAKING OF

 

 

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo