X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
03/06/2019 | Livia Cadete

Mulheres Criativas: nos bastidores da rotina agitada de Bia Koch

Tudo Moda Lifestyle História

Quem acompanha Beatriz Koch nas redes sociais, deve se perguntar: como ela dá conta de tantos projetos ao mesmo tempo? Diretora de arte e conteúdo da SOUQ e também sócia da Mimo em Flor, empresa que toca com sua mãe e onde cria arranjos de flores para eventos, Bia contou pra gente como faz para conciliar sua rotina agitada com seu lado criativo. 

Nos encontramos na Casa 22, coletivo de marcas descolado em Pinheiros, para uma conversa e um clique, no qual ela mostrou uma das peças da Souq e sua nova bota Schutz - ambos para shop online no final dessa matéria.

iLovee: Bia, antes de ocupar o cargo de diretora de conteúdo e arte na SOUQ, você trabalhou por sete anos na revista CLAUDIA. Como foi essa mudança profissional?

B: Gratificante e desafiadora ao mesmo tempo. Quando migrei do editorial para o varejo, tive de trabalhar a ansiedade e o imediatismo. Na CLAUDIA, até pelo tempo de casa, me sentia superconfortável com o trabalho – embora minha rotina fosse bastante dinâmica. Fui para a SOUQ abrir o departamento de conteúdo e criação da marca. A experiência foi e é incrível até hoje, mas criar algo do zero é sempre mais difícil! Por outro lado, tem suas vantagens - mergulhar em um novo universo, sem vícios ou manias, e vê-lo crescer é único. É satisfatório ver que posso usar toda a minha expertise de editora em um mercado totalmente diferente – e fazer acontecer. 


 

iLovee: E, paralelamente, como funciona o seu processo criativo na Mimo Em Flor?

B: É uma delícia criar para a Mimo, apelido carinhoso que dou ao ateliê. Escuto o desejo de cada cliente, pesquiso referências e penso em como aplicá-las de forma personalizada para cada um deles. Uso bastante o Pinterest e ali crio painéis de inspiração para cada projeto. Desenho um mood board, que é aprovado com o cliente e repassado para minha mãe e sócia. A partir desse ponto, ela toca as encomendas com os fornecedores (vasos, flores, matéria-prima), a reserva de equipe e frete. Eu participo de 80% das montagens – só não vou nas que acontecem em dias de semana, pois trabalho full time na SOUQ.

iLove: Com tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo, como é o seu dia a dia?

B: Acordo cedinho (por volta das sete, às vezes até antes); respondo um ou outro cliente da Mimo Em Flor no e-mail ou whatsapp. Quando estou mais livre, aproveito para praticar ioga para começar o dia (adoro!). Em seguida, vou para a SOUQ. O dia a dia no escritório é bem intenso. Além de criar e acompanhar projetos da marca, faço a gestão de oito pessoas – e, acreditem, essa é uma das partes mais difíceis! Ao fim do expediente, costumo voltar para casa e pegar alguma tarefa da Mimo; ou faço algum esporte, caso não tenha conseguido ir de manhã; ou encontro alguma amiga para jantar. Tem dias que passo em eventos de marcas e/ou pessoas que gosto – mas isso tem se tornado cada vez menos frequente, porque ando cansada. O ponto positivo disso tudo é que sou nova e sinto que estou na fase de gastar toda a minha energia – e criar coisas lindas. O ponto negativo? A dificuldade que tenho em encontrar o equilíbrio e o cuidado comigo mesma – como ter disciplina na alimentação, ir à academia todos os dias, fazer a unha (sim, isso às vezes não é possível! rs).

iLovee: E quando rola um bloqueio criativo? Como você resolve?

B: Em geral, quando me sinto pressionada por um prazo, por exemplo, ou sem inspiração, respiro fundo três vezes e retomo as atividades. Mas uma coisa é fato: bloqueio criativo é sinônimo de exaustão. O corpo nos avisa quando estamos próximos a chegar no nosso limite – essa foi uma lição que aprendi no ano passado. Comecei a ter inflamações constantes na garganta; dores no corpo e fui ignorando esses sintomas. Continuei trabalhando no mesmo ritmo, me desdobrando em "dez" e tomando remédios. Ao final de três meses, descobri uma séria doença de pele auto-imune, de fundo emocional. Aí tive que parar na marra e entender que não posso controlar o mundo nem o meu próprio corpo.

iLovee: Para finalizar, você tem alguma dica para quem quer mergulhar nesse universo criativo?

B: Pesquise sempre novas referências, é um jeito de refinar seu senso estético e tenha frequência, pois só assim você vai conquistar um público fiel. Siga pessoas e marcas inspiradoras – elas podem te dar valiosos inputs para sua estratégia de conteúdo. Não seja imediatista (como eu!) – o marketing de conteúdo é um trabalho (muitas vezes moroso) de construção. O importante é não desistir. Se o que você oferece é de qualidade, as pessoas (marcas, potenciais clientes, seguidores…) vão reconhecer. 

SHOP O LOOK DA BIA

 

explorar

Compre

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo