X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
30/06/2019 | Carla Rodrigues

Liana Pandin fala sobre os novos passos do Ateliê de Calças

Tudo Moda História

Liana Pandin, a entrepeneur e business woman por trás do Ateliê de Calças, já é uma velha conhecida nossa por aqui. Mas o ano de 2019 tem reservado boas surpresas para a leonina.  Além de mergulhar em um novo projeto, a Nomad Blazer, Liana também comanda a nova empreitada do Ateliê: a abertura de uma segunda loja física, dessa vez no Shopping Pátio Higienópolis.

Foi para falar sobre esse novo desafio da label, especializada em calças, que a founder nos recebeu, ainda na loja dos Jardins, que continua sendo sua base operacional. Confira nosso papo descontraído e confortável, com Anacapri nos pés, a seguir:

iLovee: Li, o Ateliê começou online e só depois migrou para o offline. Como foi essa tomada de decisão lá atrás?

L. P.: Quando começamos, não tínhamos intenção de ter loja física porque o ateliê foi criado para ser online, visando tanto o preço, que é um atrativo da empresa, quanto a estrutura, que é mais dinâmica. Só que em 2017, nós sentimos uma barreira de algumas clientes em relação a comprar calças online, porque realmente é um produto mais complicado quando se trata de caimento. Quando nós abrimos a loja física na Lorena foi um teste, pois nós mudamos uma estrutura inteira e inserimos a loja dentro dela.

iLovee: E como ter uma loja física mudou a essência da marca?

L. P.: Isso mudou completamente a maneira como nós vendemos porque, de fato, quando a cliente prova a calça, ela vê outros caimentos que online talvez não teria coragem de comprar. Deu tão certo que nós nos estabilizamos no ponto físico e também nos "viciamos", por assim dizer, em oferecer experiências seja criando eventos, revolucionando o atendimento ao cliente, etc.


iLovee: Mas, com certeza a grande novidade do Ateliê nesse ano é a abertura da loja no Shopping Higienópolis. Já era algo que estava nos planos? E como foi esse processo?

L. P.: Nunca foi um plano palpável porque nós sempre achamos que precisaríamos de uma estrutura muito alta. Ano passado, apesar de ter sido um ano difícil, nós viemos em uma crescente muito boa. Estávamos preparados quando surgiu o convite: um ponto super interessante em um shopping que nós temos uma clientela que não conseguimos explorar tanto porque é um pouco mais regional. Achamos que seria complementar, então nos aventuramos em abrir a loja, mas com uma outra estrutura.

iLovee: Que bacana! E qual é essa estrutura? Como a loja foi pensada? 

L. P.: Nós queríamos manter essa mesma cara de casa, um ambiente descontraído, só que dentro do shopping. Então trouxemos a Renata, uma arquiteta amiga e ela incorporou elementos de casa, como os ladrilhos, as poltronas… Nós também não temos caixa, mas sim um balcão central, para termos essa interação, que já é característica na loja da Lorena.

 

iLovee: Li, para finalizar, o que o cliente vai encontrar de diferente da loja do Jardins para a do Higienópolis?

L. P.: A loja no Higienópolis é uma evolução da nossa imagem como marca. Nós sempre tivemos muito o cinza e o branco, então resolvemos trazer cor para ela, que eu acredito ser um dos grandes diferenciais. É uma loja muito convidativa, interativa, com portas bem abertas para as pessoas entrarem e saírem quando quiserem e se sentirem confortáveis. Tudo isso sem perder o aconchego. Lá, a cliente vai ter uma sensação de estar numa loja de rua só que dentro do shopping.

 SHOP THE SHOES 

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo