X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
09/10/2019 | Juliana Cunha

Garimpada nos EUA, nova coleção da Loop Vintage vai da praia à festa

Moda Tudo História

Em época de fast fashion, não tem nada mais precioso do que ter acesso a peças vintage - de verdade - representativas de costumes e processos de outras gerações, quando a efemeridade não ditava comportamentos e uma boa dose de autenticidade era embutida a cada criação. Pelo menos, é esse o princípio que guia Luiza Ortiz, à frente da Loop Vintage

A bagagem extensa no mercado da moda - ela passou por Lenny Niemeyer e Mixed antes de ser buyer do Gallerist - foi determinante para um hobby que Luiza desenvolveu ao longo dos anos: o de visitar brechós pelo mundo, em viagens, e garimpar escolhas com história. 

O vintage é o que enche os olhos”, define ela. Foi daí que ela tirou uma ideia da caixinha e transformou o hábito em negócio ao fundar uma marca que reúne esses achados em território brasileiro. Incentivada por e em parceria com as irmãs Cassou, do Gallerist, ela abriu a Loop Vintage, essa etiqueta de curadoria. 

Tem muitas coisas que encantam Luiza no universo vintage: “A exclusividade é a primeira delas: gosto muito de saber que é raríssimo encontrar alguém com a mesma coisa. Depois, os tecidos e modelagens são inspiradores para quem trabalha com moda.” As peças selecionadas estão completamente alinhadas ao gosto pessoal de Luiza. “É aquilo que eu teria no meu armário, do básico ao brilho, do jeans ao couro, da moda praia à festa”, explica quanto ao ecletismo de seu garimpo.

Dentre os destinos preferidos, ela elege Londres, Nova York, Los Angeles e Paris. Apesar de ter endereços que visita sempre, Luiza explica que nem sempre encontra itens interessantes. “Às vezes, não dá sorte, por isso tem que ter paciência e garimpar aos poucos”, divide. Essa imprevisibilidade faz com que o número de peças em cada coleção da Loop - são duas por ano - varie. Na mais recente, que será lançada em 10 de outubro, são cerca de cem produtos, escolhidos a dedo em Seattle e Santa Monica, na Califórnia (Estados Unidos). Como é próprio da Loop, não há uma definição para a coleção, mas uma palhinha dos modelos pode ser vista nas fotos selecionadas aqui, nas quais Ana Melhado, Bruna Lucchesi, Isabela Santos, Mariana Ribeiro, Nicole Degreas e Pamela Barja posam com sapatos Blue Bird e joias Laura Marchi.

 Catalisando comportamentos

Luiza tem uma história afetiva com peças vintage, e considera especial conhecer mais detalhes sobre o que consome. “Uma vez, em um vintage nova-iorquino, estava à procura de um vestido para mim, e achei um longo bordado lindo. Conversando com a vendedora, descobri que ele havia pertencido à atriz italiana Gina Lollobrigida. Tenho até hoje”, lembra. 

Para ela, uma de suas bandeiras é desmistificar a imagem do vintage. “A brasileira é muito preconceituosa com isso. Se for caro, então, é aí que não dá valor mesmo. Aqui, não se dá o valor correto a essas raridades, o foco é a oportunidade. Outra questão é que confundem vintage com second-hand. Brechós com peças de duas ou três coleções atrás não têm essa especialidade.” Claro, há saída: “Esse mercado vem numa crescente. Cada vez mais, as pessoas se preocupam com meio-ambiente, descarte de roupas, e sustentabilidade. Se a ideia de comprar menos já tem força, espero que a de aproveitar o que já foi produzido por aí ganhe mais adeptos”, finaliza. 

explorar

Compre

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo