X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

27/01/2021 | Time iLove.e

Entre aprendizados e novos hábitos, o time iLove.e conta os desejos para 2021

Tudo Lifestyle História

Passado o primeiro mês do ano, já estamos treinados para entender que metas valem o rabisco no papel. Isso principalmente depois de termos passado por 2020, que nos fez reconsiderar tantos planos. Por isso, nosso primeiro compilado do time do ano — post colaborativo que fazemos todo fim de mês para um balanço geral — fala sobre nossos desejos, dos micro aos macro, para 2021. 

Olívia Nicoletti, head de conteúdo

Em 2021 quero me tornar uma pessoa mais minimalista. Não minimalista no sentido estético da palavra, mas do conceito: quero cada vez mais tentar viver apenas com o que eu realmente preciso. Nesse caminho já muito difícil, obras e perfis que têm me ajudado: 

- Assisti ao filme Nomadland (cotadíssimo para ser um dos preferidos do Oscar), sobre o movimento nômade que cresceu pós crise nos EUA. 

- O documentário Minimalism, na Netflix, que conta a história de pessoas que ganhavam salários de três dígitos e hoje possuem no máximo 50 pertences. 

- O próximo livro da minha lista é o Wabi Sabi, de Beth Kempton. O título é o nome de uma filosofia budista que vê beleza na simplicidade e na imperfeição. 

- Sigo muito atentamente a @priscyllalsw, que foi minha inspiração para o início desse movimento e virou amiga querida.

Ísis Stervid, coordenadora de projetos

Acho que no meu caso, o que foi muito especial foi a virada de 2020 para 2021. Pela primeira vez na minha vida inteirinha eu não passei em uma festa, bebendo e enaltecendo os valores invertidos. Eu fui para a Praia do Rosa com umas amigas e decidimos passar a nossa virada meditando, fazendo um ritual de amor. Isso, para mim, foi muito especial e importante! Eu sempre tive a meditação muito ativa na minha vida, mas desde a virada do ano isso ressoou no meu coração de uma forma diferente e consegui me conectar com coisas que não me conectava há muito tempo! Meus dias já estão bem diferentes, inclusive minha alimentação, meu sono, minha conexão com o meu próprio corpo, com a Ísis mesmo. <3 

Nina Kherlakian, assistente de projetos

Nesse 2021 eu quero ser mais leve comigo mesma, quero ser mais leve na forma como eu mesma me cobro, no conteúdo que eu divulgo no meu Instagram, nas minhas amizades. Sempre pensei muito nisso, mas nunca coloquei em prática, então nesse novo ano vou colocar. Não tem muita explicação, a não ser ser mais leve de forma geral na minha vida.

Mariana Ribeiro, founder e CEO

Eu sempre amei ler e aprender coisas novas (não só por meio de livros, mas também com cinema, música, cursos, podcasts) e sinto que nos últimos anos andava tão presa à dinâmica de correria e, na realidade, mais administrativa do iLove.e, sempre cercada de pessoas e situações para resolver, que tinha de uma certa forma negligenciado esse lado "nerd" e de solitude que permitia me dedicar às coisas que eu gosto, que me enriquecem e me deixam mais feliz. Neste ano, com a retomada desse hábito, de tirar um tempo de fato para mergulhar nos assuntos do meu interesse — ler (quase) todos os livros que gostaria, fazer cursos de temáticas que me identifico, aprimorar uma língua que eu acho linda, voltar a tocar um instrumento — me senti muito mais conectada comigo, preparada, preenchida. E, consequentemente, mais criativa e completa no trabalho. Me senti mais eu e quero levar isso pra sempre. 

Juliana Cunha, editora de conteúdo

Acho que meu grande plano para 2021 é não fazer grandes planos, e sim aproveitar pequenos momentos, singelos prazeres: pegar um Airbnb para trabalhar uma semana na praia enquanto houver home office, viajar mais pelo Brasil (ideia que 2020 trouxe e pretendo manter e curtir muito este ano), desapegar de livros que não engrenam assim como faço com séries, sair para almoçar — ou jantar, ou tomar um café — sozinha. 

Gabrielle Carvalho, coordenadora de design

Para 2021 decidi que quero passar mais tempo na praia e menos tempo em São Paulo. Uma coisa de positivo que a pandemia trouxe foi a flexibilização dos espaços de trabalho e isso tornou possível que a gente tenha mais qualidade de vida trabalhando de qualquer lugar. Isso é uma coisa que amei de 2020 que quero seguir em 2021, porque a vida é mais feliz na praia.

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo