X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
16/08/2019 | Sofia Stipkovic

Como a Anacê aposta em uma moda nacional, autoral e sem gênero

Tudo Moda História

À primeira vista, a Anacê parece até ser uma marca gringa que, na contramão da maioria do mercado de moda brasileiro, aposta em shapes fluidos, peças que fogem da divisão batida entre feminino e masculino, e buscam no passado, inspirações para o presente. Mas, não, é uma marca brasileira, que bebe e “valoriza a identidade nacional, quebrando estigmas de corpos em questões de gênero e ressignificando as silhuetas da alfaiataria tradicional. O que nos move é poder mostrar ao público a força do design autoral”, como explicam as jovens talentosas Cecília Gromann e Ana Clara Watanabe, mentes criativas por trás da empreitada.

Se isso não é um alívio para os olhares cansados do mais do mesmo que o fast fashion serve, não sabemos o que pode ser. Instaladas na Ondina 55, antiga casa de uma condessa artista plástica e que faz as vezes de showroom para novos artistas brasileiros, Cecília e Ana Clara se preparam para lançar a segunda coleção cápsula da Anacê, chamada Liame. “Ela nasce de um olhar ao passado, inspirada em retratos antigos de nossas famílias, visto que crescemos no interior de São Paulo”, explicam, “Tendo como referência a alfaiataria tradicional usada por nossos avós, desconstruímos as peças a partir de cores e texturas."

E, além de dar essa prévia do que vem por aí na marca, as designers de moda também voltaram no tempo e responderam perguntas sobre a trajetória que as levou ao presente momento. Confira o nosso bate-papo na íntegra:

iLovee: Vimos que a primeira coleção do Anacê era inspirada no mundo das artes - vocês trouxeram até postagens de Gaudí e tinham peças batizadas com nomes de artistas como Magritte. Como foi esse processo criativo? Como podemos ver, por exemplo, a referência aplicada na peça? 

A.: Durante o desenvolvimento da primeira coleção, estávamos com muitas referências frescas de artistas modernistas, tanto europeus quanto brasileiros, e por isso extraímos das obras de Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Gaudí e Basquiat as silhuetas e cores para as peças, ressignificando a alfaiataria tradicional, apresentando um produto mais original. 

iLovee: Não podemos deixar passar também o trabalho incrível que vocês fizeram criando o figurino da turnê portuguesa do cantor Silva. Como foi essa experiência e quais são as diferenças entre criar uma coleção e um figurino? 

A.: A parceria com o Silva surgiu através do stylist Gabriel Feriani, que nos convidou para desenvolver o figurino do cantor assim que lançamos a marca. Ficamos super felizes pois sempre fomos fãs dele! O processo de criação de figurino é muito pessoal, pois precisamos levar em consideração a personalidade da pessoa, quais são suas preferências de cor e shapes, as ideias do stylist e o conceito do show/turnê, para que tudo esteja conectado e faça sentido no palco. Já o desenvolvimento da coleção é muito mais trabalhoso, pois precisamos levar em consideração o nosso público alvo e nossa opinião como criadoras, buscando sempre um equilíbrio para que a coleção agrade ambas as partes. 

Cecília e Ana Clara, fundadoras da Anacê.

iLovee: Chegamos à Liame, a segunda coleção de vocês, que tem esse olhar para o passado familiar de ambas, mesclando com a alfaiataria que permeia tanto essa série de lembranças, certo? Queremos mergulhar mais nesse conceito, expliquem pra gente. 

A.: Isso mesmo, esse segundo lançamento da marca busca retomar a alfaiataria tradicional a partir de um olhar afetuoso e contemporâneo, trazendo cores e volumetrias que marcam os nossos traços criativos. 

iLovee: E, por fim, quais peças destacariam na breve - mas superinteressante - história do Anacê?

A.: Destacaríamos os ‘’pijamas’’ de cetim coloridos, pois foi um produto com uma aceitação muito grande e que traduz bem o produto que gostamos de trabalhar. Da nova coleção, estamos apostando nos conjuntos de blazer e calça de alfaiataria. 

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo