X

Tudo o que você mais ama

Assine para receber muitas novidades,
promos, dicas e achados do fantástico
universo online. E claro,
tudo isso com muita inspiração.

X
07/11/2017 | Team iLove

Por trás da Le Scarpin: Um Papo com Ju Dequeker e Vanessa Rouvier

Moda História

Por trás da Le Scarpin: Um Papo com Ju Dequeker e Vanessa Rouvier

Já imaginou uma marca especializada em scarpins? O clássico, conhecido pelo formato atemporal e salto fino que, por tradição, não passa dos 10 cm – e, caso passe, ganham o nome de stilettos – agora terá endereço online dedicado exclusivamente a ele. E quem está por trás disso são as sócias Ju Dequeker e Vanessa Rouvier, cada qual com um know-how diferente e complementar – a primeira com o olhar apurado do mercado fashion e a segunda com a veia latente empreendedora.

O resultado desse clash de expertises tomou forma e atende por Le Scarpin. Em um bate-papo incrível, no apê da Ju no centro de São Paulo, descobrimos tudo o que rola nos bastidores dessa neobrand, que promete mudar as definições de scarpin por aí.

SHOP THE LOOKS

iLovee: Antes de mais nada: por que uma marca focada em scarpins, Van?

V: É um sonho antigo ter uma marca de calçados e tive certeza de que era isso mesmo que queria depois da minha última experiência profissional, onde trabalhei com sapatos personalizados. Além disso, outra coisa que me motivou a criar a Le Scarpin foi a minha gravidez. Depois dela, me senti empoderada e super afim de me reinventar. Nesse momento de autoconhecimento, percebi que deveria trabalhar com moda, algo que tem mais sinergia comigo, e, quando descobri que não existia marcas especializadas em scarpin, não pensei duas vezes. Corri para a casa da Ju para expor minhas ideias e ela topou de cara, viramos sócias!

iLovee: Que bacana, é sempre legal saber que há uma história pessoal assim por trás da marca. E, falando nela, como foi a escolha do nome? Foi fácil ou rolaram muitas horas de brainstorming?

V: Bom, a gente queria um nome que falasse por si só, que fosse atemporal, e Le Scarpin traduz muito do que nós somos e do que queremos passar. Mergulhando um pouco na história do sapato, o scarpin veio originalmente do Dior então acho interessante dizer que também quisemos trazer essa pegada francesa e cheia de tradição para nosso nome com o “Le”.

iLovee: E sobre o público consumidor, quem é a mulher que consome a Le Scarpin?

V: O nosso branding é focado na mulher atual que trabalha, é mãe, esposa (às vezes, tudo isso junto ou não!). Ela é uma mulher antenada que gosta de moda, de viajar e, acima de tudo, estar não só confortável como muito chic. Para atendê-la, nosso sapato tem grade do 33 ao 41, é feito por artesãos, 100% couro, e quem consome nosso produto sabe que será um master investimento para a vida. Fora isso, a gente gosta de falar que quem tem um scarpin está sempre sofisticada e preparada para tudo – costumamos brincar que a mulher estará ready até para encontrar o Obama, rs!

SHOP THE LOOK 

iLovee: Ju, a gente reparou que cada modelo tem um nome diferente. O que eles querem dizer?

J: Os nomes dos nossos calçados fazem referências a mulheres fortes, empreendedoras e cheias de atitude. Para nós, elas são as inspirações que movem a marca. A começar pela minha avó que se chamava Helena, ela era a mulher mais elegante que já conheci! Quem acorda com um colar de pérolas, sabe? Só ela mesmo! Aliás, Helena é o nome do nosso primeiro scarpin também porque eu e a Van temos filhas Helenas, a gente gosta de brincar que cada cor do calçado representa a filha de cada uma. Outros modelos que temos, por exemplo: o Alice, um nude que representa a empresária Alice Ferraz e o Olívia, um preto que traduz toda a sofisticação da blogger Olívia Palermo.

iLovee: Nossa, é demais essa ideia dos nomes! Tem outra coisa que não podemos deixar passar: o fato de todos serem duo. Tem alguma razão específica?

V: Sim, é claro! Todo sapato especial tem uma signature. Por exemplo, todo mundo reconhece um Louboutin pela sola. O fato dos nossos scarpins serem duo os torna mais únicos, digamos assim, é nossa marca registrada e queremos que as pessoas identifiquem a Le Scarpin de longe dessa maneira.

SHOP THE LOOK 

iLovee: Agora vamos às curiosidades dos bastidores. Quem cuida da parte do desenvolvimento de produto?

J: A gente tem um ateliê, que é terceirizado, em São Paulo e que toma conta de todo o trabalho handmade. Enquanto isso, eu e a Van coordenamos juntas a parte criativa, desde a escolha dos nomes até as cores e os materiais usados.

V: É uma parceria que sempre rende insights cool porque a gente busca justamente aquelas ideias diferentes que se complementam de alguma forma. Acho, inclusive, que isso faz a nossa brand ser ainda melhor!

iLovee: E depois dessa primeira coleção, que tem três scarpins, o que podemos esperar para as próximas?

J: Bom, esses primeiros modelos são os clássicos da marca então serão fixos e, aos poucos, vamos complementando nosso portfólio. Decidimos não taxar nossas coleções por temporadas porque um dos nossos diferenciais é acompanhar a fluidez da moda e não as estações do ano.

V: É exatamente o que a Ju disse e mais: é claro que queremos preservar a imagem do scarpin tradicional, mas confesso que já estamos pensando na possibilidade de trazer novos tamanhos de saltos para o verão, algo mais comfy e color power…

iLovee: Uau! Adoramos esse sneak peek da marca! Mas, contem mais pra gente, já existem planos de collabs incríveis ou outros lançamentos bombásticos?

J: Deixando o suspense de lado, a resposta é sim! Já estamos pensando não só nas musas-inspiração dos próximos calçados como em colaborações criativas – andamos até conversando com alguns nomes… Aguardem que será incrível!

SHOP LE SCARPIN

Em destaque

assine nossa newsletter

Voltar ao topo Voltar ao topo